A trágica e surpreendente história de Zyzz

Provavelmente você já deve ter ouvido falar de Zyzz. Afinal, além de possuir este nome tão singular ele foi e ainda é uma celebridade da internet.
Eu particularmente não era muito seu fã e com certeza não simpatizava com o estilo de vida que o próprio levava. Mas como futuro jornalista e principalmente em função das diversas dúvidas que existem em volta dele, resolvi fazer um artigo para mostrar quem foi esse fenômeno que mesmo após o seu falecimento, continua atraindo fãs.
Seu nome era Aziz Sergeyevich Shavershian, mas era conhecido pelo seu apelido Zyzz. Nasceu na Rússia, mas durante sua infância mudou-se para a Austrália onde viveu o resto de sua vida.
O ponto chave da história começa a partir de agora, onde irei relatar os principais detalhes. Tudo começou com o incentivo de seu irmão Said Shavershian para que se tornasse um adepto da musculação. Pois quando adolescente Zyzz era um garoto muito magro e viciado em games, rotulado ao tão peculiar estereótipo de nerd.
O impulso que ele recebeu do irmão foi contundente para que ele se tornasse esta figura pública. Porque em um determinado momento Zyzz vendeu a conta que possuía em um jogo online por quinhentos dólares e fez seu primeiro investimento nos treinamentos e na suplementação.
Em apenas quatro anos nesta empreitada ele atingiu uma evolução invejável. A genética o beneficiou com uma estrutura corporal cobiçada, afinal, ele já tinha 1,86m de altura. O que por conseguinte acabou o tornando mais notável ainda, pois seu corpo virou algo a ser admirado.
Isso não o transformou apenas nesta febre da internet nos redutos fitness, mas também em um Striper nas horas vagas na Austrália.
Em uma entrevista que ele deu à um veículo australiano ele relatou que essa mudança foi para impressionar as mulheres. O que justificava a sua vontade exacerbada de estar em raves e ir à todo tipo de festa. O que ocasionava algumas diferenças dele a outros atletas, afinal, ele nunca quis competir. O que Zyzz realmente buscava era a felicidade, de um modo excêntrico, mas interessante. E isso foi o que acabou criando este legado que perdura entre jovens do mundo inteiro até hoje.
De acordo com as informações que vi, infelizmente o físico de Zyzz não era inteiramente fruto de uma dieta regrada e de uma rotina de treinamentos pesada. Ele fazia uso de esteroides anabolizantes para obter esses resultados impressionantes a curto prazo. No final de julho de 2011, ele teve uma atenção especial da mídia em geral quando o The Sydney Morning Heral publicou um artigo sobre a prisão de seu irmão mais velho, Said Shavershian, por pose ilegal de esteroides anabolizantes.
Em consequência da fama meteórica que Zyzz atingiu na internet, ele teve sua própria marca de proteína, chamada “Proteína dos Deuses” , lançada em junho de 2011, e também lançou uma linha de roupas e um livro de musculação, chamado “A bíblia do fisiculturismo do Zyzz" que até hoje é disponível para download em PDF.
No dia 5 de agosto de 2011, com apenas 22 anos, Zyzz sofreu um ataque cardíaco e foi encontrado morto em uma sauna em Bangkok onde estava passando suas férias. De acordo com alguns relatos ele já tinha um histórico familiar de problemas cardíacos. Segundo a família ele havia mostrado vários sintomas menores que antecederam a agosto, incluindo pressão alta e falta ocasional de respiração.
Muitos desconfiam que o que acarretou a sua morte foi o estilo de vida que ele levava, combinado com festas, drogas e uso indiscriminado de esteroides anabolizantes. Segundo o The Sydney Morning Herald, a morte dele foi o sexto tema mais procurado relacionado a mortes na Austrália, em 2011.
Antes de sua morte, Zyzz postou um vídeo em sua rede social que acabou saindo no programa 18 Nine Notícias “Notícias Vídeos Melhores do Ano”. As estatísticas do Google mostraram que ele estava entre os nomes mais procurados no Google. E tendo passado mais de um ano após a sua morte, ele ainda possui diversas fan pages no Facebook com milhares de seguidores, a página R.I.P Zyzz por exemplo tem mais de 130 mil fãs.
Uma história surpreendente, porém trágica demais, não acha?
Atualmente vivemos em uma geração totalmente supérflua e narcisista, existem muitas pessoas buscando a mesma estrada de Zyzz, e o caminho trilhado neste sentido normalmente não acaba bem. Então quando você estiver diante de uma bifurcação dessas, pergunte a si mesmo, será que vale a pena? No final do que vai me adiantar tudo isso?
Respondendo estas simples perguntas, você poderá determinar o que realmente quer para sua vida.

Bernardo Figueira



Foto: Reprodução
Antes



Foto: Reprodução
Depois